Gestão de dados: aprenda a transformar dados em insights!

gestão de dados

As organizações de saúde nunca produziram tanta informação quanto atualmente. Na era da interconectividade, quase todas as ações gerenciais podem ser monitoradas, o que faz da gestão de dados uma necessidade real.

Apesar disso, nem todas as instituições dão a atenção que este processo merece. Porém, quem já entendeu seu potencial, percebeu o quanto ela é vantajosa e otimiza a qualidade e a coordenação dos processos.

As soluções para healthcare, por exemplo, estão transformando toda a experiência do paciente nos ambientes hospitalares. Pensando nisso, preparamos este texto para que você aprenda a transformar dados em insights. Confira!

Bem-vindo à Era dos Dados!

Estamos vivenciando a Era dos Dados e eles se tornaram o fundamento para a gestão de empresas e instituições de vários setores. Na prática, a administração baseada em dados tem se tornado um modelo de negócio, capaz de aprimorar qualquer processo.

É preciso entender que dados são apenas dados. Eles são a base para criarmos informações, mas sem uma gestão adequada perdem sua aplicação.

Ou seja, ter um grande acervo de relatórios, números, gráficos não interfere e não melhora em nada sua atuação. O segredo para a máxima performance é o tratamento que todas essas informações recebem. 

médico aproveitando o potencial da gestão de dados moderna

Ao investir em sistemas capazes de coletar, selecionar, processar e interpretá-los, você os transforma em insights e oportunidades. Portanto, a gestão de dados é a base para uma tomada de decisão eficaz e para o controle e otimização de qualquer organização.

Os dados são a matéria-prima!

Resumindo, os dados são componentes que constituem a matéria-prima da informação. Desse modo, podemos determiná-los como conhecimento bruto. Isso porque, ainda não foram tratados.

É por isso que eles retratam situações isoladas e nem sempre dizem algo. Seu valor é extraído a partir do momento em que uma ferramenta de gestão consegue reunir tudo isso, transformando-os em mensagem clara e útil.

O que é gestão de dados?

A gestão de dados pode ser interpretada como o processo que fornece às empresas a capacitação, os recursos e os mecanismos necessários para gerenciar suas informações.

Em outras palavras, ela está relacionada a pilares, como identificação, acesso, armazenamento, compilação, proteção e utilização de um banco de dados. O seu maior objetivo é otimizar a estratégia dos negócios.

Isso implica no compartilhamento da informação. Afinal, em vez de manter seus registros dispersos ou limitados a apenas um time, você deve investir em recursos que os tornem disponíveis a todos.

Comunicação e gestão de dados têm tudo a ver, visto que ninguém deseja perder insights valiosos. A ideia é que uma ferramenta simplifique as análises e torne os resultados acessíveis.

Vale a pena destacar que, embora tenha sido impulsionada pelos avanços tecnológicos e popularização da internet, a gestão de dados é antecessora a esses fenômenos. Desde que começaram a focar na competitividade, eficiência de processos e na segurança da informação, as instituições já aplicavam recursos neste segmento.

Quais os benefícios da gestão de dados?

A gestão de dados exerce um papel essencial em qualquer negócio e no sistema de saúde isso não seria diferente. A seguir, vamos apontar alguns dos seus benefícios nesse setor. Confira!

Redução de custos

O aumento do custo da saúde é um acontecimento global, amplamente conhecido pelos gestores da saúde. Dentre suas razões, podemos citar o nascimento de novas técnicas terapêuticas, medicamentos mais custosos e a ampliação das doenças crônicas.

Portanto, a gestão de dados não trabalha somente disponibilizando indicadores da saúde. Ela também auxilia no mapeamento dos gastos da rede, identificando desperdícios e analisando o custo-benefício das intervenções.

Tomada de decisão mais ágil e segura

Para uma boa eficiência operacional, é essencial que os processos alcancem resultados significativos. Sendo assim, o gestor que não trabalha com base em métricas e dados pode se tornar ineficiente.

Podemos dizer que a eficiência operacional está ligada a uma boa tomada de decisão. Esta, por sua vez, tem relação com uma gestão de dados eficaz.

Quando a instituição de saúde está munida de informações de qualidade, tem mais chances de tomar decisões ágeis e seguras. Por outro lado, aquela que não gerencia seus dados pode acertar casualmente, mas corre muito mais riscos de errar.

Mais eficiência e agilidade no atendimento

A automatização de processos na saúde aumenta a eficiência e a agilidade no atendimento. Tudo isso é resultado de uma boa gestão de dados.

O que se percebe é que a tecnologia subsidia o trabalho e ajuda a ampliar o acesso à saúde. Isso porque, processos automatizados permitem escalar o atendimento de uma forma eficaz, sem perder de vista a humanização do atendimento.

Como realizar a gestão de dados?

As soluções analytics são indispensáveis para quem deseja aproveitar todo o potencial dos dados e transformá-los em poderosos insights. Ou seja, a automação é uma necessidade real, visto que a quantidade de informações a ser analisada cresce diariamente.

gestão de dados na área da saúde

Apenas com ajuda da tecnologia, é possível extrair informações confiáveis e otimizar as rotinas dos profissionais envolvidos. A seguir, temos um passo a passo de como realizar essa gestão de maneira eficaz.

Incorpore os dados à cultura do negócio

Antes de iniciar alguma ação, é necessário reconhecer o valor dos dados e garantir que eles façam parte da cultura da instituição. Nesse sentido, pode ser interessante inserir esse ponto nas políticas, objetivos e metas da entidade.

Identifique suas demandas

Agrupe lideranças de todos os níveis e peça para que, juntos, identifiquem quais são as principais necessidades. Esse levantamento inicial é o ponto de partida e traz as prioridades da sua estratégia de gestão de dados.

Proteja seus dados

A segurança dos dados é um elemento que jamais deve ser ignorado. Afinal, estamos falando de um ativo valioso, especialmente na área da saúde. 

O ideal é contar com profissionais qualificados. Isso porque, eles cuidarão da organização dos dados, definindo e efetuando operações de rotina de limpeza e segurança, além de eliminar elementos desnecessários.

Faça uma política de dados alinhada à LGPD

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) exige que as empresas brasileiras tenham diretrizes alinhadas e responsáveis no que se refere ao uso dos dados captados online.

Por isso, todas as estratégias de gestão devem estar alinhadas com a lei e as práticas recomendadas pela Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD).

Invista em tecnologia para uma gestão de dados eficiente

Investir em tecnologia é essencial para otimizar processos e ter uma gestão de dados eficiente. Nesse sentido, a CTC oferece soluções healthcare que otimizam e facilitam todas as operações do ramo da saúde.

Monitore os resultados

Opte por métricas que apontem o sucesso ou a necessidade de otimização na estratégia de gestão de dados. Além disso, faça um monitoramento constante e ajuste o que for necessário com agilidade e segurança.

Automatize sua gestão de dados!

A CTC é especialista em soluções tecnológicas e está sempre atenta às demandas do mercado. Por isso, em um contexto em que a informação ganha destaque, ela oferece os recursos tecnológicos necessários para uma boa gestão de dados.

Agora que você já sabe disso, não perca mais tempo! Entre em contato com nossa equipe!