As empresas de BPO no Brasil em 2021: o que preciso saber?

De acordo com uma pesquisa da Trasparency Market Research, as empresas de BPO irão crescer cerca de 14% no mundo, recebendo investimentos de até US$95 bilhões em 2021. Essa é uma das vertentes dos serviços de tecnologia que mais crescem no Brasil e no mundo. Atualmente, as empresas de BPO são a 4ª maior contratadora de talentos no Brasil, segundo o CAGET. Suas principais utilizações são em posições de help desk, tecnologia da informação e segurança e limpeza. Contudo, houve um crescimento para demandas como marketing de conteúdo, serviços financeiros e jurídicos, logística e recursos humanos. E com a chegada do final de ano, as empresas de BPO no Brasil agora se preparam para um novo cenário. Sob a tutela do gestor de TI, caberá agora ás empresas de BPO assumirem seu papel como revisoras de uma empresa. Especialmente no contexto de home office, elas precisam ser corretamente aplicadas para se adequarem às novas estratégias.

BPO: indo além do TI

O Business Process Outsourcing muitas vezes é confundido com a terceirização de serviços de TI, mas ele é mais amplo que isso. Por meio do aproveitamento de tecnologias e profissionais, as empresas de BPO promovem uma revolução nas funções de um ou mais setores em uma companhia. Além de amplamente difundido no TI, ele tem sido aplicado em áreas administrativas, comerciais, fiscais, financeiras e contábeis. Contudo, um setor onde ele mais tem crescido exponencialmente no Brasil nos últimos anos foi o de Recursos Humanos. Como é possível ver, existe uma grande diferença entre procurar empresas fornecedoras de talentos de tecnologia e uma empresa de BPO. Por esse motivo, é preciso entender bem suas necessidades ao procurar seus serviços.

Afinal, quando procurar uma empresa de BPO?

Dessa forma, não basta querer alocar talentos individuais ou promover uma terceirização simples de funções, já que existem produtos mais adequados no mercado para isso. É preciso querer rever o papel que aquele setor ocupa em sua estratégia atualmente e aperfeiçoá-lo. O BPO afeta diretamente na eficiência e dinâmica que certos setores possuem em uma empresa. Por isso, é preciso identificar um problema estrutural na constituição de um setor, entender como serão monitorados os avanços e estabelecer metas mensuráveis em ROI. Junto com os gestores das empresas de BPO, é possível montar um planejamento que dê uma nova direção ou mantenha o bom funcionamento do setor selecionado em 2021.

As maiores tendências para empresas de BPO em 2021.

2021 será um ano de retomada para muitas empresas após a repentina paralisação provocada pelo COVID. Até o momento, a automatização de tarefas estava adentrando com força nas empresas de BPO. Diversos especialistas do mercado já entenderam que, para continuar a desempenhar seu papel, é fundamental integrar diversos recursos tecnológicos, como chatbots, machine learning e inteligência artificial na prestação de seus serviços. Contudo, é importante ressaltar que isso não significa uma menor valorização dos profissionais. Apenas que eles ocupem um novo lugar nessa dinâmica, com maior precisão e eficiência, explorando melhor seus talentos e delegando tarefas repetitivas às máquinas. Uma pesquisa conduzida recentemente indicou a necessidade que as empresas de BPO no Brasil tem de treinamento e capacitação de agentes humanos ao invés de chatbots. Dessa forma, seria possível a criação de fluxo de trabalho mais suave entre os dois recursos e maior otimização de uso de ambos. Novamente, esse é um traço que separa ainda mais a simples terceirização do real BPO: a revisão da estratégia. Essas empresas possuem especialistas capacitados para alocar os recursos certos nos locais certos para melhorar sua eficiência e produtividade.

Não contrate um terceiro, mas um parceiro.

Como foi possível perceber, a dinâmica das empresas de BPO mudou com relação à prestação de serviço. Elas cada vez mais se afastam do rótulo de terceirização para o de consultoria de eficiência. Capazes de entender a visão dos seus clientes, eles possuem a capacidade para elaborar a melhor forma de realizar tarefas, incorporar tecnologias e os talentos certos. Isso envolve uma proximidade muito grande desde os primeiros contatos, entendendo o cenário e elaborando uma solução junto ao seu cliente. Essa proximidade cresce para um acompanhamento constante dos seus colaboradores, assumindo a função administradora. Dessa forma, a empresa contratante pode focar na sua estratégia e usar os recursos fornecidos de uma maneira menos direcionada à sua gestão, mas à sua eficiência. As empresas de BPO continuarão crescendo no seu papel de suporte às empresas principais, permitindo que os recursos sejam fornecidos para converter a estratégia em ação. É preciso, portanto, um bom conhecimento do problema, metas claras e bastante disposição para integrar esse recurso valioso na empresa. Gostou do conteúdo? Confira: Os 5 Melhores Recursos Para Manter Sua Operação em Home Office