Automação robótica: como dar os primeiros passos?

Ao falar sobre automação robótica, a primeira impressão é pensar em processos caros ou apenas para empresas de grande porte. Apesar de requerer planejamento e orçamento, é possível começar um processo de robotização com muito menos. A principal função da automação é remover o trabalho repetitivo das mãos dos colaboradores e direcioná-lo a um fluxo automático. Isso permite liberar recursos em processos mais complexos e se adequar melhor ao perfil do mercado. Por esse motivo, as empresas que desejam reduzir custos e ganhar produtividade por meio da automação robótica podem começar com ferramentas simples. Elas poderão dizer o rumo e a velocidade, sem impactar negativamente em custos. Vamos conhecer algumas delas:

Automação robótica com chatbot – N1 da maneira certa

O chatbot é uma ferramenta extremamente difundida no mercado. Raramente você será atendido por uma pessoa em seu primeiro contato com a empresa. Os primeiros atingidos foram as antigas URAs de atendimento, que ganharam novas funcionalidades. Com sua popularização, a automação robótica por meio do chatbot está cada vez mais ganhando o mercado, tanto em mais funcionalidades baseadas em IA como em disponibilidade de recursos mais simples e baratos para aqueles que querem experimentar. Contudo, essa tecnologia não precisa estar focada apenas no cliente. Empresas de todos os portes estão incorporando os chatbots para evitar afogar setores como financeiro, recursos humanos e centro de serviços compartilhados com dúvidas simples. Dessa forma, foi possível migrar para chatbots com preços razoáveis e implantações simplificadas para responder dúvidas sobre benefícios, holerites ou requisições básicas. Isso permitiu que esses setores ganhassem eficiência e explorassem melhor seus talentos em tarefas essenciais.

Service Desk: agregando informações de maneira inteligente

Os antigos help-desks de atendimento, que também absorviam grande parte das demandas de N1, notaram sua limitação em sua estrutura. Dessa forma, a falta de consolidação de dados, reportes estruturados e direcionamento da equipe torna muitos no mercado como equipes de “apaga incêndios”. Contudo, principalmente após a chegada da pandemia, foi acelerada a necessidade de produção de informações uteis para gestão. O service desk possibilita essa evolução, incorporando em sua estrutura uma rede eficiente que produz dados e insights. Dessa forma, a camada gerencial pode traçar estratégias mais direcionadas e implementar práticas que previnem esses mesmos incêndios. Menos recursos são necessários e a satisfação de clientes e colaboradores é aumentada exponencialmente.

Como o chatbot encontra o service desk?

O chatbot consegue ser uma solução em conta, com autonomia de filtrar e delegar tarefas que exigem a interferência humana. Dessa forma, os integrantes do time são mobilizados apenas quando necessários, como em atendimentos de segundo nível. Enquanto isso, tarefas como captação de informações, resolução de dúvidas simples e gerenciamento de chamados são otimizados. Assim, um setor de service desk consegue melhorar sua performance na aplicação de melhorias. O foco dos esforços dos colaboradores é otimizado, permitindo uma maior ação estratégica. Enquanto isso, uma ferramenta confiável atende os clientes com a mesma eficiência que uma pessoa.

OCR, aplicando a exatidão por meio da automação robótica

Você já parou para pensar quantas horas são demandadas de pessoas da sua equipe em processos repetitivos de preenchimento e reconhecimento de documentos? Quanto tempo uma pessoa capaz de realizar outras atividades passa lendo, verificando ou copiando textos todos os meses? Acredite, é mais do que você gostaria. A OCR é uma tecnologia que ganha cada vez mais espaço no mercado e é um gigante diferencial em ganho de eficiência e produtividade. Essa variante de automação robótica permite o reconhecimento e verificação de textos em diversos níveis, de acordo com a sua necessidade. Se duvida da eficiência dela, basta solicitar a um fornecedor uma demonstração com seus próprios documentos. Você irá constatar como o trabalho de dias levará apenas horas ou minutos e deixará recursos valiosos livres para ações realmente efetivas.

Paperless: migrando do físico ao virtual.

Na automação robótica, os recursos paperless são uma nova tendência tecnológica que prevê a substituição de recursos escritos para digitais. Dessa forma, eles podem agregar uma nova camada de usabilidade, disponibilidade e segurança por meio dos canais virtuais. Principalmente após a pandemia, setores envolvendo contratos, notas fiscais e outros recursos encontraram dificuldades em disponibilizar papeis por meios virtuais. A tecnologia paperless apresenta-se em diversas camadas para diversos usos, igualando a segurança, a prevenção de fraudes e tornando divisão das informações mais prática. Ao lado do OCR, o paperless permite que processos inteiros rodem automaticamente, praticamente sem a intervenção humana. Imagine o que isso significaria em tempo, eficiência e prevenção de erros em sua empresa convertidos em lucro? Essas são apenas algumas das soluções que hoje estão disponíveis no mercado em formatos para empresas de todos os tamanhos. A automação robótica deixou de ser algo reservado a elites empresariais para recursos que serão essenciais para se destacar da concorrência. Comece 2021 pensando em como você pode levar a sua empresa para o próximo nível! Aproveite e baixe nosso conteúdo: “Como Manter a Segurança da Sua Empresa em Home Office“!